4 tipos de investimento que você precisa conhecer

Papo IOUU

leitura de 4 min

Conheça as 4 Profissões em alta no mercado finance...

Conheça as 4 Profissões em alta no mercado financeiro O ano foi 2009 quando no Brasil houve o último...

leitura de 8 min

O momento econômico pelo qual o Brasil vem passando está impactando a vida de muitas pessoas. Os investidores, por exemplo, estão precisando rever seus investimentos, pois alguns tipos, como a caderneta de poupança e o Tesouro direto, não estão se mostrando tão vantajosos assim.

Existem diversos tipos de investimento, sendo ideais para quem deseja aumentar a renda mensal, começar a guardar dinheiro para a aposentadoria ou poupar para realizar uma viagem dos sonhos, trocar o carro e, até mesmo, sair do aluguel.

Se você está buscando uma forma de aumentar a rentabilidade do seu dinheiro, você está no lugar certo. Leia este post e veja 4 tipos de investimento que você precisa conhecer!

1. Fundos de investimento

Os fundos de investimentos são formados por um conjunto de investidores, conhecidos como cotistas, com o objetivo de associar os recursos, buscando a maximização dos lucros e a diminuição dos riscos. Os cotistas se reúnem para escolher um gestor especializado, que deve administrar todo o fundo de investimento.

Os fundos são simples de se investir, possuem baixos riscos, e a divisão dos lucros é feita de maneira proporcional. Em contrapartida, eles exigem o pagamento de taxas de administração.

2. Debêntures

O investimento em debêntures nada mais é do que um título emitido por pessoas jurídicas. Nessa modalidade o investidor faz um empréstimo para empresa em troca do recebimento de juros. Esses títulos financeiros são emitidos por meio de uma instituição credenciada, com o objetivo de prover o crescimento da organização.

Sendo assim, ao comprar uma debênture, você estará se tornando um credor da companhia. Isso dá o direito a receber o valor investido acrescido de juros, que são previamente definidos no contrato. As debêntures têm um prazo de duração, onde quanto maior o prazo, maior os juros embutidos.

3. Ações

As ações são partes da propriedade de uma empresa. Ao adquiri-las, o investidor estará se tornando sócio da companhia, tendo participações nos lucros, proporcionais à quantidade de ações compradas.

As ações são negociadas na Bolsa de Valores, por meio das corretoras. O investimento é aberto, para qualquer tipo de investidor. Deve-se ressaltar que, não existe valor mínimo para começar a investir nessa modalidade. Além disso, pode-se destacar que o mercado de ações é um investimento a longo prazo, exigindo paciência dos investidores.

É sabido que os riscos do investimento em ações são consideravelmente altos, podendo ser divididos em duas categorias: riscos de mercado e riscos de liquidez.

Os riscos de mercado estão diretamente ligados à valorização ou desvalorização de um ativo, devido às alterações políticas e econômicas. Já o risco dá liquidez se dá quando um ativo apresenta grandes diferenças entre a oferta de compra e a oferta de venda. Portanto, é fundamental avaliar os riscos e a sua tolerância a eles, antes de começar a investir na Bolsa de Valores.

4. Peer-to-peer

O Peer-to-peer é um novo tipo de investimento, baseado no empréstimo para empresas, permitindo a obtenção de crédito financiado por pessoas físicas. É extremamente vantajoso para todas as partes, permitindo rendimentos acima do Tesouro direto e sendo um empréstimo com juros baixos. Mas, como investir no Peer-to-peer (P2P)?

Existem plataformas online que conectam empresas que querem crescer com investidores que querem emprestar, removendo a complexidade de lidar com credores, se tornando uma modalidade de empréstimo rápido. Essas plataformas possibilitam que todo o processo seja realizado na internet, transformando o P2P numa categoria de empréstimo online.

O principal risco do P2P é o não pagamento por parte das organizações. Portanto, as plataformas precisam fazer uma análise de crédito bem criteriosa. É necessário, também, diversificar os seus investimentos, não apostando todas as fichas em uma única opção.

Escolher um dos tipos de investimento não é nada fácil. Diversos fatores devem ser analisados, certificando que você possa escolher a melhor opção dentro do seu perfil de investidor. Assim, será possível que você fique mais perto de realizar seus sonhos.

E aí, gostou do nosso post? Quer se manter informado sobre investimentos?

Não deixe de seguir no Facebook, Twitter, LinkedIn e Instagram, e não perca nossos conteúdos.

Cadastre-se e seja um investidor da IOUU

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

Melhores investimentos a curto prazo

Melhores investimentos a curto prazo Você é uma pe...

leitura de 7 min

Investimentos para o futuro: confira tendências qu...

A roda da fortuna gira sem parar, e todos os dias ...

leitura de 6 min

A diferença entre Retorno Sobre Investimento e Tax...

Entender o conceito de retorno sobre investimento ...

leitura de 9 min