Reserva de Emergência: Como e porque montar a sua

Papo IOUU

leitura de 8 min

Capitalização do negócio: é uma boa opção?

Com o atual cenário econômico, torna-se muito difícil expandir uma empresa, pois, com a diminuição d...

leitura de 4 min

Ter uma reserva de emergência é o sonho financeiro de qualquer cidadão. Ainda assim, saber qual o valor ideal, ou ainda quantos meses ela deve durar, são as dúvidas mais comuns.

Para se chegar a essas respostas, entretanto, é preciso ter um bom planejamento financeiro. Esse é o primeiro passo para criar seu patrimônio, já que somente a partir desses dados você saberá onde e quanto investir.

De qualquer forma, se faz necessário ter não somente um planejamento, mas um comprometimento com seu dinheiro. A reserva de emergência não tem esse nome por acaso. Ela deve ser utilizada somente para situações fora do comum, e não para compras cotidianas.

Se atingir esse nível de maturidade financeira, você estará no meio do caminho para uma independência econômica.

A importância da reserva de emergência

Todos estão sujeitos a problemas durante suas vidas. Isso é conhecimento geral, mas nem por isso signifique que as pessoas se preparem para tais situações. O carro quebrou? Foi demitido? Ficou doente? Sem uma reserva de emergência, você pode entrar em grandes dívidas. Por isso a importância de poupar para os maus tempos.

O que é a reserva de emergência?

reserva de emergência


Como já dito acima, a reserva de emergência é um dinheiro que você mantém investido para possíveis momentos de necessidade. Preste bastante atenção, pois cada palavra dessa frase tem um significado e deve ser seguida à risca.

Em primeiro lugar, a reserva é feita de dinheiro, o que significa que você precisa consegui-lo. Assim, somente é possível criar esse montante através de ganhos contínuos, ou ainda grandes boladas que você venha a receber.

Em seguida, se faz necessário entender que este não é um dinheiro guardado, mas sim investido. Assim, nem pense em manter sua reserva na poupança. Além de render muito pouco, ela ainda está abaixo da inflação, fazendo com que você perca dinheiro.

Por fim, ela deve ser utilizada somente em emergências. Não é um valor que você tem para comprar roupas, ir a restaurantes ou viajar. Essas despesas devem ser pagas com seu salário, e não com sua reserva.

Como calcular a reserva?

reserva de emergência


Aqui estão algumas das principais dúvidas a respeito da reserva de emergência: Como calcula-la? Ou ainda, quanto tempo ela deve durar? Qual valor devo aplicar mensalmente?

Como já explicado na introdução do texto, para responder essas perguntas, você deve, primeiro, ter um planejamento financeiro. Sem ele, você não terá dados o suficiente para basear as respostas, tornando sua reserva incerta.

Assim, tendo seu planejamento em mãos, descubra qual é o seu gasto mensal. Esse valor deve conter seus custos fixos, variáveis e extras. Veja bem, são seus gastos, não seus ganhos!

Com seu gasto mensal, você pode planejar sua reserva de emergência. Segundo especialistas, o valor deve ser capaz de te prover por seis meses a um ano. Assim, multiplique o número encontrado por 6 e 12. Sua reserva deve estar entre esses valores.

Para tornar mais prático, segue exemplo:

  • Gasto médio mensal: R$3.000,00
  • Valor para 6 meses: R$18.000,00
  • Valor para 12 meses: R$36.000,00
  • Reserva de Emergência: Entre R$18.000,00 e R$36.000,00

Onde deixar sua reserva?

investimento de emergência


Quando pensam em uma reserva de emergência, muitas pessoas pensam na poupança. Como já explicado, esta não é uma boa alternativa, principalmente por conta de seu rendimento, bastante inferior a outras opções.

Sabendo disso, fica claro que você deve investir seu dinheiro, de forma que ele renda um bom valor. Existem diversas maneiras de realizar esse investimento, tendo algumas situações bastante comuns.

Entre elas, estão sempre o Tesouro Selic, o CDB, CDI, e outras modalidades. Há uma, entretanto, que nem sempre é citada, mas que rende muito mais: a Peer to Peer Lending.

Nessa opção, você investirá em micro, pequenas e médias empresas, com um rendimento bastante superior. Além disso, o processo é 100% online e sem taxas e burocracias.

Quando chegar o momento de investir suas economias, procure pelo P2P e fale com seu consultor sobre o assunto. Acredite, aqui poderá ser o começo de sua independência financeira.

Quando usar a reserva de emergência?

situações de emergência


Há várias maneiras de responder essa pergunta, porém a mais efetiva é também a mais óbvia. Assim, você somente deve usar sua reserva de emergência EM EMERGÊNCIAS.

Esse conhecimento é necessário, pois, sem ele, você não terá uma reserva, mas sim um cofrinho. Lembre-se que este fundo tem um objetivo único, e que não deve ser utilizado para mais nada.

Para decorar de vez, tenha isso em mente: Se tudo der certo, você nunca usará sua reserva de emergência.

Sendo assim, esqueça a compra de roupas e calçados. Esqueça a troca do celular por um mais novo. Esqueça a viagem para a praia no feriado. Nenhuma dessas situações descreve uma emergência, então não merecem utilizar da reserva.

Poucas são as circunstâncias que o fundo deve ser consultado, mas você saberá quando ocorrerem. Perdeu o emprego? O carro quebrou? Alguém ficou doente? A casa está caindo? Bom, aí sim você poderá utilizar de sua reserva de emergência.

Por que ter uma reserva de emergência?

reserva de emergência


Utilizando as situações listadas logo acima, dá para entender que, às vezes, você precisará de dinheiro. Normalmente, esses momentos ocorrem bem quando você não tem um centavo no bolso.

Por isso, você deve se precaver e evitar essa tragédia. Ter uma reserva de emergência é isso: se preparar para o possa vir a acontecer. Talvez você não tenha que usa-la, mas é melhor tê-la, sem dúvidas.

Além de te dar garantias, ter uma reserva de emergências te passa mais tranquilidade. Você consegue imaginar perder o emprego e não se preocupar com dinheiro? Saber que você tem seis meses para conseguir um novo.

Então, essa tranquilidade é, para muitos impagável. E a forma de tê-la é se preparando para as situações que a vida colocar em sua frente. Novamente, você terá sorte se não precisar dela, mas é bom saber que não se preocupará se precisar.

Ter uma reserva de emergência é essencial!

Como você deve ter percebido ao longo do texto, todos estão suscetíveis a situações inesperadas. E, para lidar com elas, se faz necessário possuir uma reserva de emergência.

Este é um dinheiro que fica investido, rendendo para você, e que pode até nem ser utilizado. Ainda assim, é uma forma de garantir que você não passará por apertos, nem nas condições mais desagradáveis.

Conheça os benefícios de empréstimo online: simule agora

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

A diferença entre Retorno Sobre Investimento e Tax...

Entender o conceito de retorno sobre investimento ...

leitura de 9 min

Livros sobre investimentos: 6 títulos para ler em ...

Procurar por livros sobre investimentos é o primei...

leitura de 12 min

Aplicações de Renda Fixa: guia completo para inves...

Muitas pessoas buscam por aplicações em renda fixa...

leitura de 8 min