O que é IOF e como funciona esse imposto

Papo IOUU

leitura de 9 min

Onde investir

Onde investir Em pleno momento tecnológico e cheio de oportunidades que vivemos no meio digital, qua...

leitura de 9 min

Se você não sabe ao certo o que é IOF, não se preocupe, não é o único. Ainda assim, essa é uma informação bastante importante para se ter, já que essa alíquota influencia muito em sua vida.

Vai fazer um financiamento? Pegar um empréstimo? Viajar para outro país? Então saiba que tudo isso tem a ver com o IOF, e o valor da taxa com certeza aumentará o preço final desse processo.

Para não ser enganado, ou acabar gastando mais do que imaginava, é importante saber calcular esse imposto. Por isso, abaixo você entenderá melhor o que é IOF, como ele surgiu, qual seu valor e como se precaver. Preparado? Então vamos lá!

Sobre o IOF

Para os que se interessam em saber o que é IOF, esse é um imposto federal de operações financeiras. A taxa incide sobre diversos processos, e atinge tanto pessoas físicas quanto jurídicas. Além de ser uma ótima fonte de receita para o governo, ele também é utilizado para coletar dados sobre a economia.

O que é IOF

iof 2019


IOF é uma sigla para Imposto sobre Operações Financeiras. Logo, esta é uma taxa aplicada a algumas das principais formas de se movimentar dinheiro. Com certeza essas operações fazem parte de sua vida, e por isso a importância de saber o que é IOF.

Como dito acima, além de representar uma fonte de renda para o governo federal, o imposto também serve como “termômetro”. Isso se dá por conta dos dados criados através da arrecadação de tais valores.

A lógica por trás disso é bastante simples: se há mais IOF, há mais operações financeiras. Com mais movimentação, entende-se que a economia do país está mais ativa e saudável.

A realidade, entretanto, é diferente. Como o imposto também incide em empréstimos, não necessariamente a grande movimentação represente uma economia estável. Se muitas pessoas estão endividadas e solicitam empréstimos, a arrecadação é grande, mas a população não está economicamente saudável.

Ainda assim, este é um bom termômetro da economia por levantar dados sobre outros fatores. Abaixo você entenderá melhor essa afirmação e o porquê do surgimento de tal imposto.

A história do IOF

tabela aliquota iof


Ainda que tenha sido criado em 1988, o IOF somente foi posto em prática em 1994, por Itamar Franco. O intuito deste era de controlar melhor o mercado financeiro, especialmente no que diz respeito às aplicações.

Por conta dos altos índices de inflação encontrados nas décadas de 1980 e 1990, era comum as pessoas fazerem aplicações e sacarem o valor horas ou dias depois. Para controlar esse ímpeto, foi aplicado o IOF.

Com a criação de mais esse imposto, o governo poderia incentivar ou não uma atividade econômica. Por decreto, esse valor pode ser alterado pelo Presidente e pelo Poder Executivo.

Segundo a Receita Federal, a ideia não era utiliza-lo como fonte de renda, ainda que essa fosse uma das consequências. Talvez os motivos por trás da criação do IOF não façam sentido nos dias de hoje, mas certamente eram claros naquele período.

Onde incide o IOF

iof valor 2019


Agora que já entende melhor o que é IOF, está na hora de esclarecer a importância deste em sua vida. Para isso, é necessário descobrir em quais operações financeiras este imposto é aplicado.

Como explicado acima, são diversas as situações em que se incide o imposto, e é bom decora-las para não passar aperto:

  • Compras no exterior com uso de cartão de crédito
  • Compra em sites do exterior com uso de cartão de crédito
  • Operações cambiais — compra e venda de qualquer moeda que não o Real
  • Empréstimos e/ou financiamentos — exceto para imóveis residenciais
  • Rotativo do cartão de crédito
  • Cheque especial
  • Investimentos — CDB, Tesouro Direto, LCs, Fundos de curto prazo e Fundos DI (Poupança está isenta de IOF)
  • Seguros — residenciais, automotivos, de vida, etc.

Como você pode perceber, são diversos os itens desta lista que fazem parte de seu cotidiano. Por conta disso, a importância de saber o que é IOF e como ele funciona é tão grande atualmente.

Qual o valor do IOF

como calcular iof


Mais importante do que saber em quais operações incide o IOF, é saber qual o valor em cada uma delas. Para isso, é importante entender que a taxa varia de situação para situação.

Além disso, outros fatores podem influir no valor pago, mas você entenderá melhor logo abaixo:

  • Cartão de Crédito (6,38%): Válido para compras no exterior, fisicamente ou pelo computador, através de cartão de crédito ou pré-pago.
  • Operações cambiais (1,1%): Válido para compra e venda de moedas estrangeiras em espécie.
  • Empréstimos e/ou Financiamentos (0,38% + 0,0082%): 0,38% sobre o valor total do empréstimo + 0,0082% por dia de acordo com o prazo do contrato. Financiamentos de imóveis residenciais estão isentos.
  • Rotativo do Cartão de Crédito (0,38% + 0,0082%): 0,38% sobre o valor total atrasado + 0,0082% por dia até a quitação. Não incluso os juros da dívida.
  • Cheque Especial (0,38% + 0,0082%): 0,38% sobre o valor total atrasado + 0,0082% por dia até a quitação. Não incluso os juros da dívida.
  • Investimentos (0% a 96%): Para saques feitos com menos de 30 dias da aplicação. Até 11 dias IOF de 96%; 12 dias IOF de 93%; 13 dias IOF de 90%; e assim sucessivamente até a alíquota 0% em 30 dias ou mais.
  • Seguros (0,38% a 25%): Varia de acordo com o tipo de seguro. Seguro de vida IOF de 0,38%; Seguro de carro IOF de 7,38%. Pode incidir sobre o prêmio ou o valor total do contrato.

Como fugir do IOF

o que é iof de financiamento


Você já sabe o que é IOF. Já percebeu que ele incide sobre diversas operações financeiras. Já entendeu os valores cobrados em cada uma delas. Depois de tudo isso, deve estar se perguntando se não há uma forma de fugir de mais esse imposto.

Bom, se você fizer alguma das transações descritas acima, terá que pagar o imposto. Não há como escapar. O que é possível, entretanto, é se organizar para pagar o menor valor que puder.

Um bom exemplo disso é passar a economizar, para não depender de empréstimos ou financiamentos. Investimentos com mais de 30 dias são isentos de IOF, permitindo salvar uma boa quantia somente de impostos.

Outra forma de diminuir esta alíquota está nas viagens internacionais. O IOF cambial é de 1,1%, enquanto o do cartão de crédito é de 6,38%. Logo, você estará economizando bastante se deixar de usar o cartão e levar dinheiro em espécie.

Por fim, a melhor dica para diminuir seus gastos com esse imposto está numa melhor organização financeira. Esta é, sem dúvidas, a melhor forma de economizar no pagamento de impostos e ter um maior controle de suas finanças.

Já sabe o que é IOF?

Agora que você entendeu o que é IOF e como ele implica em sua vida, será mais fácil preparar seus gastos. Com as dicas e informações passadas acima, você tem tudo para economizar no pagamento de impostos.

Conheça os benefícios de empréstimo online: simule agora

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

Economia Compartilhada: o que é e como utilizar es...

Muito provavelmente você já ouviu o termo economia...

leitura de 9 min

Newsletters de economia: 7 opções para entender o ...

Uma boa forma de estar atento a tudo que acontece ...

leitura de 13 min

5 Podcasts sobre Economia que você precisa conhece...

Ouvir a podcasts sobre economia está ficando cada ...

leitura de 9 min