Gestão de empresas: 5 maneiras de se enfrentar uma crise

Papo IOUU

leitura de 10 min

Capitalização do negócio: é uma boa opção?

Com o atual cenário econômico, torna-se muito difícil expandir uma empresa, pois, com a diminuição d...

leitura de 4 min

Entender o básico de gestão de empresas é de extrema importância para qualquer empreendedor. Mais do que isso, esse tipo de conhecimento se torna vital em momentos de crise.

Não pense você, porém, que somente quem fez faculdade ou leu vários artigos sobre o tema entende esse conceito. Muito do que é gestão empresarial vem da própria experiência, dos momentos que uma pessoa passa em sua carreira.

Acontece que, quando a crise chega, as atitudes devem ser tomadas de forma muito rápida e, com isso, podem ser de feitas de maneira errada. Assim, abaixo você encontrará cinco formas de se enfrentar uma crise, fazendo uma correta e certeira gestão de empresas.

Confira essas dicas e tente, se possível, aplicá-las em seu negócio.

Uma boa gestão de empresas

O conceito de gestão de empresas se refere a práticas e ferramentas para, prioritariamente, tomar-se boas decisões. Essas ações devem, em sua maioria, ser estratégicas para o futuro da companhia, seus clientes e colaboradores. Por isso, este é um tópico tão importante para qualquer empreendedor.

Como enfrentar uma crise nos negócios

gestão de empresas faculdade


Qualquer empresa está suscetível a sofrer com mudanças externas ao seu ambiente. Essa é, na verdade,  uma situação bastante comum na vida de qualquer empreendedor, e você já deve saber disso.

Em um mundo globalizado como o que se vê nos dias de hoje, um acontecimento do outro lado mundo pode te afetar e vice versa. E a grande problemática está no fato de, muitas vezes, essas situações ocorrerem de forma repentina.

Obviamente, a melhor forma de se proteger é estando antenado, atento a tudo o que está ocorrendo ao seu redor. Mesmo assim, algumas crises vêm de onde menos se espera, e é preciso lidar com elas sem preparo algum.

Nesses casos, é normal que se tome decisões erradas — talvez pela falta de informação ou pela tensão do momento. De qualquer maneira, é bom seguir algumas dicas para não se perder no meio de tantos problemas.

Pensando nisso, confira 5 formas de se enfrentar uma crise a fim de diminuir os danos à companhia.

1. Não deixe de se comunicar

comunicação corporativa


Um erro bastante comum feita pelas empresas é, em momentos de crise, se isolar do mercado. É compreensível que, na maioria dos casos, esse isolamento seja pela insegurança do próximo passo. Ainda assim, é algo que deve ser evitado.

A comunicação com seus clientes, colaboradores e fornecedores deve se manter ativa independente da situação. Lembre-se que a falta de informações gera mais incertezas do que más notícias, então é primordial manter todos a par do que está ocorrendo.

Mesmo em situações extremas, em que não se pode haver um contato físico, a tecnologia surge para auxiliar. E deve-se utilizar dela para que a comunicação continue de forma constante.

Por isso, uma boa gestão de empresas deve se preocupar não apenas em tomar boas decisões, mas comunicá-las também. Seus parceiros devem entender a situação e caminhar ao seu lado, não atrás de você. Além disso, quem não é visto não é lembrado, então não deixe, em momento algum, que seus clientes se esqueçam de você.

2. Diversifique os canais de venda

gestão de empresas pdf


Uma situação bastante perigosa, especialmente nos dias de hoje, é depender apenas de um canal de venda. Seja ele online ou de porta em porta, a dependência é um risco muito grande a se correr.

Essa preocupação deve existir, justamente, por conta dos períodos de crise, em que um ou mais canais podem não conseguir atendê-lo. Dessa forma, você pode, de uma hora para outra, ver todo seu faturamento sumir sem tempo hábil para agir.

Sabendo disso, é bom utilizar de seus conhecimentos de gestão empresarial para diversificar sua estratégia. De fato, este é um dos melhores momentos para fazê-lo, já que a tecnologia trouxe, também, uma nova variedade de canais a serem testados.

Possui um restaurante? Tente vender no estabelecimento, mas também através de aplicativos de delivery. Tem uma loja de eletrônicos? Que tal vender na loja física e criar uma loja online? As alternativas estão aí pare serem testadas.

3. Analise seus custos

análise de custos


Desperdiçar dinheiro nunca é bom, nem na empresa tampouco em sua casa. Acontece que, em tempos de crise, cada centavo pode fazer a diferença, então é bom analisar para onde vai cada um deles.

Nesses momentos, uma boa análise de seus custos é muito bem vinda — e pode representar uma sobrevida a sua empresa. Assim, é a partir dela que deve se iniciar seu plano estratégico.

Para isso, é bom ter uma noção da queda de faturamento que haverá e das contas que deverão ser pagar. Para o primeiro, busque a ajuda de especialistas ou se informe através de matérias e artigos. Quanto ao segundo, considere os valores para o próximo mês.

Com essa análise você já terá um esboço do que precisará cortar de gastos. Tendo isso em mente, está na hora de colocar a gestão de empresas em prática e partir para a ação. Verifique todos os gastos e analise, a fundo, se os valores estão de acordo, ou ainda se não podem ser diminuídos.

Novamente, é preciso lembrar que qualquer economia vale em tempos de crise.

4. Negocie o que for possível

o que é gestão empresarial


Mesmo economizando muito, cortando os gastos, se comunicando e diversificando as vendas, pode ser que você não consiga pagar suas contas. Se este for o caso, não se preocupe, você não será o primeiro, muito menos o último nessa situação.

Em casos como esse, é possível conversar com seus fornecedores e tentar negociar a forma de pagamento. Como se diz pelas ruas, o não você já tem. Assim, sugira um pagamento parcelado e que caiba em seu bolso.

É importante aqui considerar os novos valores de seu faturamento, e não os anteriores à crise. Tente ter números próximos à realidade, que comprovem sua capacidade de arcar com essas negociações.

Mas não somente os endividados precisam negociar.

Uma boa prática da gestão de empresas está, justamente, em prever o problema e agir antes de ele ocorrer. Dessa forma, bons gestores podem pedir por negociações antes mesmo de atrasarem o primeiro pagamento.

Se seu fornecedor também for afetado pela crise, com certeza ele preferirá receber certo em mais meses do que arriscar não receber nada.

5. Tome cuidado com o dinheiro fácil

linha de crédito alternativo


Em momentos de crise, é comum que empresas e cidadãos se endividem. Sabendo disso, é ainda mais comum que, assim que possível, instituições financeiras ofereçam linhas de crédito a todos.

A ação, por si só, não é ruim, mas pode trazer diversos problemas em um futuro próximo. Isso porque, na maioria das vezes, o que se vê são práticas abusivas, com taxas de juros altíssimas e muito risco para o cliente.

Sabendo disso, é preciso tomar cuidado com o tipo de negociação que se faz em tempos de crise. Por vezes, gerir empresas requer atitudes arriscadas, mas não a ponto de colocar em xeque o futuro da própria companhia.

Por isso, ainda que tenha que ser ágil, se faz preciso uma boa análise antes de assinar qualquer contrato de empréstimo. Embora pareça uma solução, essas geralmente são práticas que visam se aproveitar da situação.

Para não cair nesses esquemas, a informação será sua maior aliada. Somente através de conhecimento você poderá tomar, rapidamente, as decisões certeiras que sua companhia necessita.

Gestão de empresas em tempos de crise não é fácil

gestão de empresas artigos


Diversos são os desafios que um empreendedor passará ao longo de sua carreira. Ainda assim, poucos são tão complicados como uma grande crise, especialmente pela necessidade de respostas rápidas e arriscadas.

Por conta disso, estar bem informado sobre os ambientes interno e externo é de suma importância. Com esse preparo, você não somente estará apto a tomar as melhores decisões, mas também a identificar possíveis novos problemas.

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

Economia Compartilhada: o que é e como utilizar es...

Muito provavelmente você já ouviu o termo economia...

leitura de 9 min

Newsletters de economia: 7 opções para entender o ...

Uma boa forma de estar atento a tudo que acontece ...

leitura de 13 min

5 Podcasts sobre Economia que você precisa conhece...

Ouvir a podcasts sobre economia está ficando cada ...

leitura de 9 min