Entenda agora como funciona a liquidez dos investimentos peer-to-peer

Papo IOUU

leitura de 5 min

Onde investir

Onde investir Em pleno momento tecnológico e cheio de oportunidades que vivemos no meio digital, qua...

leitura de 9 min

Depois da crise econômica do país, cada vez mais pessoas perceberam a importância de investir seus recursos para manter o poder de compra e aumentar seu patrimônio. Uma das melhores formas de alcançar objetivos financeiros e ainda apoiar projetos locais é apostar na liquidez dos investimentos peer-to-peer, ou espaços de economia colaborativa.

Essa modalidade atrai pessoas, também, por conta da facilidade, agilidade, rendimentos acima dos créditos tradicionais e retornos mensais sobre a aplicação com prazos melhores que os investimentos mais conhecidos.

Devido ao aumento da procura , é importante entender como funciona a liquidez dos investimentos peer-to-peer. Desse modo, é possível se preparar melhor para investir o capital de forma otimizada e lucrativa.

O que são investimentos peer to peer afinal?

O investimento peer to peer é um tipo de aplicação que favorece a economia colaborativa e já é considerado uma das maiores revoluções do mercado financeiro.

Criado em 2005 com a plataforma inglesa Zopa — permitindo pela primeira vez que as pessoas emprestassem dinheiro para outras por meio da internet —, o p2p funciona sem a interferência de um banco, eliminando toda a burocracia e os procedimentos engessados das instituições financeiras.

Dessa maneira, um pequeno empreendedor, por exemplo, pode conseguir o montante que precisa para fazer seu negócio funcionar reunindo investimentos de diferentes pessoas.

Qual é a diferença das opções tradicionais?

A grande principal diferença entre o investimento tradicional dos bancos e o investimento coletivo é que o primeiro conta com taxas de juros extremamente altas para quem toma o empréstimo e taxas de rentabilidade baixas para os investidores. Em resumo, a maior margem de rentabilidade fica com o banco.

Já a modalidade de investimento p2p oferece rentabilidades atrativas para os investidores (muitas vezes maiores que o Tesouro Direito e CDBs) e as taxas de juros são mais convidativas para quem precisa realizar um empréstimo.

Sendo assim, essa é uma opção que beneficia ambos os lados, justamente pelo fato de não necessitar de intermediação bancária e por ser realizada de maneira online.

Todo o spread bancário (diferença entre a taxa que o banco paga para captar recursos e a taxa que cobra ao conceder um empréstimo) é eliminado, permitindo taxas mais interessantes para todos os envolvidos.

Cadastre-se e seja um investidor da IOUU

Como funciona a liquidez dos investimentos peer-to-peer?

O investimento colaborativo é uma aplicação de boa liquidez, pois com ele o capital do investidor não fica indisponível e mobilizado como ocorre em opções tradicionais de CDB e Tesouro Direto.

Vale ressaltar que, assim como qualquer outro investimento, as taxas de rentabilidade podem variar. A variação está diretamente ligada a quem toma o empréstimo, mas, comumente, os rendimentos podem chegar a até 180% do CDI — cerca de 26% ao ano.

Para fins de comparação, a poupança rende 6,5% ao ano e os CDBs mais comuns ficam em torno de 13%. Além do retorno mais elevado, a facilidade, simplicidade e controle total dos investimentos também contam como outros benefícios dessas aplicações.

Em casos de o investidor apostar no reinvestimento, as taxas de rentabilidade podem aumentar. O pagamento do valor emprestado acrescido dos juros é realizado mensalmente, logo, é possível reaplicar o capital antes mesmo de o investimento inicial ser finalizado.

Por que apostar no investimento p2p?

Além de os rendimentos desse investimento serem mais elevados e vantajosos que os modelos tradicionais, essa modalidade, diferentemente das outras, não cobra taxas de administração.

Ou seja, se você tem 5 mil reais para investir, a corretora que administra o título vai cobrar uma taxa de serviço (a ser retirada dessa quantia) para que a transação seja realizada.

Já no modelo p2p, a plataforma online que administra os empréstimos não cobra taxa alguma, permitindo que você invista o seu valor total e obtenha retornos ainda mais significativos.

Os investimentos peer to peer conectam pessoas e pequenas empresas que precisam de recursos com investidores em busca de bons rendimentos. Sendo assim, é uma forma inteligente de diversificar a carteira, aumentar os retornos e investir na economia colaborativa.

Agora que você sabe tudo sobre como essa é a aposta do futuro, já pode considerar o p2p como uma alternativa em suas aplicações!

E você, ficou interessado no assunto? Então entre em contato com nosso time de especialistas e veja como você também pode investir no peer to peer!

Cadastre-se e seja um investidor da IOUU

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

Como declarar investimentos da IOUU no Imposto de ...

Como declarar investimentos da IOUU no Imposto de ...

leitura de 5 min

Melhores investimentos a curto prazo

Melhores investimentos a curto prazo Você é uma pe...

leitura de 7 min

Investimentos para o futuro: confira tendências qu...

A roda da fortuna gira sem parar, e todos os dias ...

leitura de 6 min