Como declarar investimentos da IOUU no Imposto de Renda

Papo IOUU

leitura de 4 min

Capitalização do negócio: é uma boa opção?

Com o atual cenário econômico, torna-se muito difícil expandir uma empresa, pois, com a diminuição d...

leitura de 4 min

Existem três palavras capazes de tirar o seu sono: declaração de Imposto de Renda. Muita gente se pergunta em como declarar investimentos. Realmente essa não é uma tarefa muito simples, já que para não cair na malha fina da Receita nenhum detalhe deve passar despercebido.

De fato, são inúmeras as informações que precisam ser lembradas para realizar a declaração, assim qualquer ajuda que torne essa obrigação mais fácil é muito bem vinda.

Segundo as regras, se a soma dos recebíveis em 2018 foi superior a R$ 28.559,70 ou se o resgate dos seus investimentos foi maior que R$ 40 mil, você deve prestar contas com o Leão.

E foi pensando em descomplicar a vida do investidor, que os rendimentos da IOUU são fáceis e rápidos de declarar. Acessando o programa do IRPF no seu computador você pode acompanhar o passo a passo que preparamos a seguir.

Passo a passo para a declaração dos investimentos na IOUU no IR

Primeiro, antes de seguir os passos, esteja com o Informe de Rendimentos que enviamos para o seu email em mãos. Tendo acesso a ele, você não vai ter nenhuma dificuldade para continuar!

Passo 1: definir a ficha correta


Vamos começar dizendo que, devem ser declarados apenas os rendimentos (juros) em “Rendimentos Sujeito à Tributação Exclusiva”.

É bom lembrar que não existe restituição de imposto desse tipo de investimento.

Passo 2: delimitar o tipo de rendimento


No momento em que for acessada a ficha de “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”, uma janela será aberta e você deverá definir o tipo de rendimento a ser declarado.

No caso dos investimentos na IOUU, a opção correta é a “12 – Outros”.

Passo 3: preencher os dados da ficha

Nesse momento, você deverá fazer a inserção de dados da fonte pagadora. Será necessário ter em mãos o nome e o CNPJ da empresa que realizou o pagamento e o valor líquido recebido por você.

É importante relembrar que a IOUU apenas repassa os valores recebidos, não sendo efetivamente a pagadora desses rendimentos.

Todos esses dados constam no Informe de Rendimento que enviamos para você! Portanto, cuide bem dele, pois é um documento importante. Pronto, com tudo devidamente preenchido, basta clicar em “OK” e a declaração dos investimentos na IOUU estará concluída.

Devo declarar em Bens e Direitos?

Desde que o valor unitário seja inferior a R$ 5.000,00 não há a necessidade de declarar o direito, ou seja, empréstimos de valor menor que R$ 5.000,00 não precisam ser discriminados.

Porém, caso deseje, para informar em Bens e Direito, você deverá mencionar na ficha “Bens e Direitos”, sob o código 51 “Crédito decorrente de empréstimo”, as cédulas de crédito em seu poder, com informações detalhadas: nome e CNPJ dos devedores, valor principal, percentual de juros incidentes, bem como a data da emissão e o seu prazo. Já no campo “situação em 31.12.2019”, deverá constar apenas o valor principal emprestado que ainda não foi pago.

Viu só como é simples? Tudo pensado para que o investidor da IOUU não tenha dificuldades e para que continue fazendo investimentos conosco! 

Se você gostou do nosso artigo e se interessou pelo assunto, entre agora em contato com a IOUU e tire todas as suas dúvidas!

 

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

A diferença entre Retorno Sobre Investimento e Tax...

Entender o conceito de retorno sobre investimento ...

leitura de 9 min

Livros sobre investimentos: 6 títulos para ler em ...

Procurar por livros sobre investimentos é o primei...

leitura de 12 min

Aplicações de Renda Fixa: guia completo para inves...

Muitas pessoas buscam por aplicações em renda fixa...

leitura de 8 min