6 dicas para melhorar a gestão de finanças do casal

Papo IOUU

leitura de 3 min

Capitalização do negócio: é uma boa opção?

Com o atual cenário econômico, torna-se muito difícil expandir uma empresa, pois, com a diminuição d...

leitura de 4 min

Um dos maiores desafios dos recém-casados é aprender a lidar com as finanças do casal. Afinal, agora são duas pessoas que têm gastos domésticos e pessoais, não é mesmo?

Aprender a controlar e ter organização com o dinheiro é essencial para evitar prejuízos como a inadimplência e também para não dar início às brigas no relacionamento. Para isso, reunimos, neste post, 6 dicas para melhorar as finanças no casamento. Confira quais são:

1. Tenham um projeto juntos

A melhor maneira para que um casal esteja alinhado quanto aos objetivos, é ter um plano ou um projeto juntos. Vocês desejam sair do aluguel? Comprar ou trocar o carro? Ou fazer uma linda viagem?

Juntar forças e receitas para atingirem uma meta ou plano no relacionamento auxilia numa melhor gestão das finanças do casal e ainda faz com que ambos adquiram hábitos saudáveis com o dinheiro para alcançarem o sonho em comum. Isso ajuda não só financeiramente, mas também na aproximação emocional.

2. Dividam as despesas igualmente

É muito comum que o salário do casal seja diferente, mas isso não quer dizer que aquele com maior salário deve bancar tudo. Quando duas pessoas decidem se casar, é preciso ter em mente que as coisas passarão a ser pensadas em conjunto, sobretudo os gastos.

Sendo assim, dividir a conta e as despesas de casa auxilia no estabelecimento da igualdade e isso permite que ambos tenham condições para poupar dinheiro para fazer investimentos ou colocar um projeto em prática. Caso sejam um casal jovem, esse hábito ajuda até mesmo no amadurecimento do relacionamento.

3. Tenham cuidado com os gastos pessoais

Além dos gastos do casal, o homem e a mulher tem algumas despesas pessoais. Academia, sair com os amigos, ir ao salão de beleza ou a um barzinho com os amigos são atitudes saudáveis no relacionamento, já que ambos precisam de um tempo com as amizades. Entretanto, esses gastos devem ser pensados e praticados com cautela, uma vez que os gastos pessoais não devem prejudicar as finanças do casal.

Os vícios com jogos ou maquiagem, por exemplo, nunca são saudáveis nem para o relacionamento e nem para as finanças. Além de ocasionar em brigas, poderão impedir que as contas da casa fiquem em dia. É preciso ter prioridades!

4. Adotem o uso da conta conjunta

Se vocês já moram juntos e já dividem as despesas de casa, não faz sentido cada um ter uma conta, ou pior, que você tenha uma escondida do seu parceiro. A conta conjunta auxilia na centralização e controle dos ganhos e dos pagamentos, ajudando também na organização das finanças e na aproximação do casal, ao invés da perda da individualidade.

5. Evitem ao máximo os segredos na gestão de finanças do casal

Comprou um item caro escondido? Estourou a fatura do cartão de crédito? Então não esconda isso do seu parceiro, pois pode gerar brigas intermináveis. Quando você abre o jogo com o outro, há mais chances de resolverem o problema, afinal, duas cabeças pensam melhor do que uma. Além de lhe ajudar a resolver a situação, não ter segredos faz com que o seu parceiro tenha mais confiança em você.

6. Apostem nos investimentos

Se vocês são controlados com as finanças, tem uma vida estável e objetivos em comum, comecem a fazer investimentos. As aplicações podem ser feitas para aumentar o patrimônio do casal, para realizar um sonho ou completar a renda. Quando a vida financeira é saudável, o dinheiro poupado pode gerar uma ótima rentabilidade.

Controlar as finanças do casal requer responsabilidade de ambos e muito companheirismo. Dessa forma, vocês se sentirão mais próximos emocionalmente e poderão realizar seus sonhos sem ficar enrolados em dívidas.

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

Economia Compartilhada: o que é e como utilizar es...

Muito provavelmente você já ouviu o termo economia...

leitura de 9 min

Newsletters de economia: 7 opções para entender o ...

Uma boa forma de estar atento a tudo que acontece ...

leitura de 13 min

5 Podcasts sobre Economia que você precisa conhece...

Ouvir a podcasts sobre economia está ficando cada ...

leitura de 9 min