4 motivos para investir em Peer-to-Peer hoje mesmo!

Papo IOUU

leitura de 3 min

Capitalização do negócio: é uma boa opção?

Com o atual cenário econômico, torna-se muito difícil expandir uma empresa, pois, com a diminuição d...

leitura de 4 min

Quem procura investir em peer-to-peer, por exemplo, pode conseguir muitas vantagens e um rendimento inigualável. Que tal experimentar essa modalidade?

Peer-to-Peer Lending (ou empréstimo ponto a ponto, em uma tradução literal) é uma modalidade que vem se tornando cada vez mais popular no Brasil. Portanto, trata-se de um novo meio de movimentar o mercado, sem a participação de bancos e financeiras.

Por meio de plataformas especializadas, pessoas que têm dinheiro disponível encontram outras que precisam de crédito para diversas atividades. Desse modo, a transação é realizada sem intermediários e, com isso, as taxas são boas para os dois lados da moeda.

Imagine a atual situação do país, com muitas pessoas desempregadas. Certamente, há uma grande parcela disposta a investir no próprio negócio, sem ter recursos disponíveis e sem poder pagar as altas taxas de administração cobradas pelas instituições financeiras.

Se você tem recursos e pode fomentar a economia dessa maneira, recebendo um bom retorno por isso, a pergunta é: por que não? Veja alguns motivos para considerar o peer-to-peer lending no seu portfólio de investimentos:

1. Rendimentos excelentes

Que outro investimento pode render até 180% do CDI? Pois é, o peer-to-peer oferece essa possibilidade. Para efeitos de comparação, um bom CDB rende algo em torno de 102% ao ano.

Portanto, uma negociação bem conduzida em peer-to-peer possibilita que você multiplique o seu dinheiro de forma bastante rápida, em relação a outras possibilidades existentes no mercado.

2. Resgates fracionados

O dinheiro investido em peer-to-peer pode ser resgatado a qualquer momento, o que faz com que essa modalidade possua uma liquidez inigualável, quando comparada às demais formas de investimento.

Modalidades como CDB ou Previdência Privada, por exemplo, precisam de um tempo mínimo de aplicação e, em alguns casos, cobram um percentual alto em caso de resgate antecipado.

3. Sem taxa de administração

Como o empréstimo é realizado de forma direta, não há a intermediação de instituições financeiras. Desse modo, nem o investidor nem o tomador precisam arcar com o spread bancário.

Com isso, as taxas são atrativas para os dois lados e todo mundo sai ganhando.

4. Fomento à economia do país

O peer-to-peer lending representa o futuro das transações financeiras e pode ser a saída para quem quer iniciar um empreendimento. Assim, investindo, você pode atuar como fomentador deste mercado, ajudando na recuperação do país.

Você deve estar se perguntando como fica a questão da segurança, sendo que não há a intermediação bancária. Nesse sentido, é fundamental a utilização de uma plataforma adequada, bem administrada e que possa oferecer uma análise completa de risco, para que você tenha total segurança na negociação.

E aí, vamos investir em peer-to-peer?

E então, ficou convencido de investir em peer-to-peer lending? Saiba que muitas pessoas já estão procurando essas soluções e têm registrado bons rendimentos para os seus recursos. Então, não deixe de buscar uma plataforma adequada e faça bons negócios!

Se quiser saber mais sobre investir em peer-to-peer lending e outros tópicos relacionados, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook, Twitter, Linkedin e Instagram!

investir em peer-to-peer

Assine a newsletter da IOUU e mantenha-se atualizado com as notícias do mercado!

imagem-01-blog

Quem viu esse post também curtiu:

A diferença entre Retorno Sobre Investimento e Tax...

Entender o conceito de retorno sobre investimento ...

leitura de 9 min

Livros sobre investimentos: 6 títulos para ler em ...

Procurar por livros sobre investimentos é o primei...

leitura de 12 min

Aplicações de Renda Fixa: guia completo para inves...

Muitas pessoas buscam por aplicações em renda fixa...

leitura de 8 min